Desejo de ser mãe


   Sempre quis ser mãe. Meu pai conta que desde de pequena falava que queria ter muitos filhos e que quando me perguntavam o que queria ser quando crescesse eu sempre respondia: MÃE!!!

  Quando estava com 25 anos, meu namorado na época (hoje pai das minhas filhas) queria morar junto e eu queria casar, para resumir, resolvemos casar no civil. Projeto bem longe do meu sonho de entrar linda e maravilhosa na igreja de véu e grinalda, mas fazer o quê, nem tudo acontece como a gente sonha... Casei no civil com a condição de casar na igreja, casamento esse que foi marcado 6 meses depois.

  Mudamos, e com o convívio veio o desejo de ser mãe, desejo esse que ele tinha tanto quanto eu, o de ser pai, conversamos muito e alguns meses depois engravidamos.

  A enorme vontade que tinha de ser mãe fez com que eu adiasse o sonho de casar na igreja, e adie, e foi ótimo. Primeiro curti minha gravidez e junto com ela comecei a preparar meu casamento.

  Meu casamento estava marcado para outubro, mês em minha filha teria 5 meses. Achei que não seria bom casar com um bebe de colo, ainda se alimentando exclusivamente de leite materno (provavelmente), então adiei o casamento para fevereiro, quando ela teria quase 10 meses. Assim, também teria mais tempo para os preparativos.

  Confesso que foi tudo um pouco corrido. Na gravidez eu ainda trabalhava, já pensava nos preparativos do casamento e  montava o enxoval da minha primeira filha!!!

  Até que a Maria Clara nasceu, linda! Muitas mudanças, era primeira filha, tudo era novidade. E os preparativos do casamento só aumentavam, faltava menos de um ano! Fotógrafo, buffet,  docinhos, bem casados, decoração, cabelo, lua de mel, lista de presente, vestido (com todas as mudanças que meu corpo estava passando!!!). Que loucura!!!

  Detalhe: no meio de toda essa correria eu ainda mudei de apartamento quando ela tinha 2 meses...... Mas essa é outra história..... 

  O importante é que tudo deu certo. O casamento foi lindo. A Maria Clara entrou no colo da minha irmã e do meu cunhado de daminha  de honra, com as alianças. Foi emocionante, ela estava linda, toda de branco como a mãe....

  
  Mesmo antes de nascer, ela, sem saber, me fez adiar um sonho, o sonho que toda mulher (ou quase toda) tem, o de casar, de entrar na igreja de véu e grinalda. Mas é como meu pai diz, eu sempre mesmo quis é SER MÃE.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...