Escarlatina: o que é isso???



  Semana passada coloquei aqui no blog o contratempo que tive na viagem que fizemos para Disney: as meninas tiveram escarlatina!!!

  Mas o que é escarlatina??? Eu já tinha escutado esse nome, mas não tinha idéia do que era. E assim como eu, muitas mães também não tem.

  Por isso resolvi fazer esse post contando o que Escarlatina.

  A escarlatina é uma doença infectocontagiosa provocada pela bactéria Estreptococo. Ela atinge principalmente crianças em idade escolar e ocorre com mais freqüência na primavera. Essa é a mesma bactéria que causa amidalite e pneumonia, por exemplo. A diferença é que, na escarlatina, ela libera toxinas que provocam pequenas manchas vermelhas e confluentes na pele.




  A transmissão ocorre pelo contato direto com a saliva ou a secreção nasal de pessoas doentes ou portadoras da bactéria que não apresentam sinais da enfermidade. O período de incubação pode variar de um a dez dias. No período de incubação, mesmo sem sintomas, a doença é transmitida.

  Os principais sintomas são: 

* Febre alta nos primeiros dias, que vai baixando aos poucos até desaparecer;
* Dor na garganta, que adquire coloração avermelhada;
* Erupção cutânea (exantemas): pequenas manchas vermelhas de textura áspera na pele que aparecem inicialmente no tronco, depois tomam a face, o pescoço, os membros, axilas e virilha, mas poupam as palmas das mãos, as plantas dos pés e ao redor da boca, e descamam com a evolução do quadro;
* Língua adquire o aspecto de framboesa, porque as papilas incham e ficam arroxeadas;

* Mal-estar;
* Inapetência;
* Dor no corpo, de barriga e de cabeça;
* Náuseas e vômitos.

  Para se diagnosticar a doença, basta um exame clínico do médico. 

  O tratamento é antibiótico, a penicilina (conhecida como bezentacil) é a mais recomendada , mas pode-se usar outro antibiótico.  Outros cuidados com o doente: manter em repouso até a regressão dos sintomas, oferecer alimentos leves de fácil deglutição e muito líquido. Antitérmico e analgésicos são indicados no caso de dor e febre.

  Lembre-se: não medique seu filho por conta própria. Consulte seu médico antes de qualquer atitude!



Post relacionado:




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...