A escolha dos nomes dos filhos



  Escolher nome dos filhos não é uma responsabilidade muito grande e uma tarefa nada fácil, principalmente quando o pai e mãe tem opiniões bem divergentes (como foi o meu caso nas três escolhas!!!).

  Mas é preciso entrar em um acordo e definir o nome do baby.


  No caso da Maria Clara até não foi difícil. Mesmo sem saber o sexo já tínhamos o nome caso fosse uma menina. Eu queria Maria Eduarda, o Beto aceitou o Maria mas não o Eduarda, aí mudamos para Maria Clara e pronto! Ainda bem que veio menina, porque para menino não tínhamos pensado em nada e todos que ele falava eu não gostava…

  Quando engravidei da Rafaela decidimos pensar no nome só depois soubéssemos o sexo.

  Outra menina! E eu queria outra Maria! Maria Fernanda ou Maria Paula, o Beto não aceitou, por duas razões: primeiro eu acostumei a chamar a Maria Clara só de Maria e outra Maria daria confusão… (tive que aceitar a justificativa…) e segundo ele não queria outro nome composto. Assim, pensei, pensei, pensei e sugeri Valentina ou Catarina e aparentemente ele não curtiu muito… Nada decidido.

  Um belo dia, estávamos nós três, o Beto, Maria Clara e eu brincando na cama e eu falei: “Bem a maria Clara podia falar para sugerir um nome, né!!!” (ela tinha um ano e 9 meses e não falava quase nada…). Ele concordou comigo, aí comentei que provavelmente ela diria Rafaela, pois era a amiguinha que mais brincava no prédio. E ele disse: Eu gosto de Rafaela e você? Eu??? É… Até pode ser… (viram que não foi aquela empolgação…)

  E assim ficou, segunda filha: Rafaela. Confesso que fiquei tentando mudar o nome até o último segundo, gostava do nome, mas não morria de amores. Mesmo depois que ela nasceu demorei um pouco para me adaptar a chamá-la de Rafaela. Mas depois de um tempo percebi que ele não poderia ter outro nome!!!

  Mais uma gestação, mais filho e mais um nome!!! Dessa vez fiz o exame de sangue com 8 semanas para saber o sexo. E enfim um meninO!!! E começa mais uma vez a novela da escolha do nome… 

  Eu já tinha pensado e alguns nomes de meninos nas outras gestações, como: Antonio, Joaquim, Bernardo, Francisco. E pensei em mais alguns: Carlos Eduardo, Caio Henrique, José Carlos, Marco Antonio, Benício. Falei para Beto escolher. Eram 9 sugestões. Ele não consegui decidir nada. E assim passaram semanas…

  Até que ele sugeriu Caique. Aí eu disse que achava que era apelido, que colocasse Caio Henrique e apelido ficava Caique… Mais semanas se passaram sem nenhuma conclusão…

  Em uma bela sexta feira ele resolveu: Caio Henrique!!!

  Agora sim, nosso Baby Boy já tem nome!!! Que venha o Caio Henrique!!!





0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...