Assimetria craniana



  Semana passada fui convidada a conhecer a Clínica Heads e saber um pouco mais sobre assimetria craniana. Fomos muito bem recebidas pelo Dr. Gerd Schreen e toda sua equipe, que nos mostrou toda clínica e nos explicou o que é, e principalmente, como tratar assimetria craniana em bebês.


  Você já ouviu falar disso? Eu nunca, não o nome especificamente. Mas já tinha visto bebês usando “capacete” e a explicação que me foi dada foi que eles tinham a cabeça tortinha e servia para corrigir.

  Você já deve ter visto algum bebê que tinha a cabecinha mais achatada de um lado ou atrás. o problema é que na maioria das vezes as pessoas, sem saber, acham que não é nada e que melhora com tempo. Porém nem sempre isso acontece.

  Os estudos mostram que cerca de 12% dos bebês saudáveis nascidos vivos tem algum grau de assimetria. Boa parte destes vai melhorar rapidamente, mas 20% deles precisarão de um tratamento mais sério.

  Então vamos saber exatamente o que é assimetria craniana em bebês e qual o trabalho da Clínica Heads, a pioneira desse tratamento no Brasil.

  A assimetria craniana, também chamada de plagiocefalia posicional é o achatamento da cabeça, que pode ser do lado direito ou esquerdo posterior ou atrás da cabeça. Esses achatamentos podem apresentar desalinhamento das orelhas e também da testa e do rosto.

  Algumas imagens para visualizar melhor:





  Mas o que causa essa assimetria? Acreditem: o apoio constante da cabeça em uma mesma posição, por exemplo sempre colocar o bebe para dormir virado do lado direito. Algumas outras causa, menos comuns, são: diminuição do líquido amniótico no final da gestação, encaixe precoce do bebê na pelve e gestação gemelar.

  A assimetria pode ser prevenida de algumas maneiras:

  - Ao colocar o bebê para dormir de barriga para cima, posicione sua cabeça levemente voltada para um lado, depois para o outro, alternando o apoio.
  - Evite o uso exagerado do bebê-conforto. Este equipamento foi desenvolvido para ser usado no carro e seu uso deve se restringir a isso. Deixar o bebê por horas no bebê-conforto certamente levará a um apoio excessivo na região de trás da cabeça.
  - É muito importante colocar o bebê de barriga para baixo por alguns períodos quando estiver acordado e sob supervisão. É o que chamamos de Tummy Time, ou “tempo de bruços”. Nessa posição, o bebê fica livre do apoio na parte de trás da cabeça, ao mesmo tempo em que desenvolve a musculatura da nuca e do ombro.
  - Se o bebê tem uma preferencia exagerada de virar a cabeça sempre para o mesmo lado ou tem até uma limitação para virar para o lado oposto, pode ter o chamado Torcicolo Congênito. Converse com um especialista para verificar se não há necessidade de fazer um pouco de fisioterapia para corrigir esse torcicolo, pois está fortemente associado à plagiocefalia posicional por levar a um apoio viciado.

  Mas, se o bebê apresentar a assimetria é possível reverter a situação, desde que o problema seja percebido logo. O primeiro passo é o reposicionamento.  O tratamento da assimetria sempre se inicia por ele, basta posicionar o bebê o máximo de tempo possível no lado que esta proeminente e evitar apoiar do lado que esta achatado. Assim, é possível promover uma certa melhora.

  O problema é que, à medida que o bebê vai crescendo, ele vai ficando mais forte e habilidoso, tornando o reposicionamento progressivamente mais difícil e menos eficaz. É aí que entra o tratamento ortótico, uma espécie de capacetinho feito rigorosamente sob medida que funciona como um molde para direcionar o crescimento de volta à normalidade. A parte proeminente fica constantemente apoiada no capacete, enquanto a parte achatada fica livre para crescer, mesmo quando o bebê insiste em apoiar a cabeça nessa região.

  Para identificar se o formato ultrapassa os limites da normalidade, uma boa dica é olhar a cabeça do bebê de cima para baixo na hora do banho com o cabelinho molhado. Vale ressaltar que todos temos algum grau de assimetria, o que é absolutamente normal, mas é fácil de enxergar aquelas condições que começam a chamar a atenção.

  Ao identificar uma assimetria, os pais devem conversar com um especialista. 

  A Clínica Heads é a pioneira no tratamento de assimetria craniana no Brasil e a história deles é fantástica.

  Quando a filha mais nova do Dr. Gerd Schreen tinha 4 meses ela foi diagnosticada com assimetria craniana, algo que ele e sua família nunca tinham ouvido falar. Buscaram tratamento aqui no Brasil, porém sem sucesso, diziam que não tinha o que fazer e que era apenas estético. Mas eles não se conformaram com isso.

  Depois de muita busca e pesquisa descobriram que havia uma órtese craniana, uma espécie de capacetinho sob medida que prometia corrigir a assimetria em alguns meses, porém não estava disponível do Brasil. Decidiram então levar o caso para o Dr. Benjamin Carson, no Johns Hopkins, em Baltimore, referência mundial em neurocirurgia pediátrica que os encaminhou imediatamente para o tratamento ortótico.

  A família mudou-se para os Estados Unidos. Foram 6 meses de tratamento, e o resultado final foi gratificante. “Foi uma sensação incrível, minha caçula estava ótima. Nunca imaginamos que nos emocionaríamos tanto ao fazer uma “Maria Chiquinha” para o primeiro aniversário dela”, comenta o Dr. Gerd.
  
  A satisfação com o resultado foi tão grande que resolveram trazes o tratamento para o Brasil. Eles fez especialização nos Estados Unidos e abriu sua clínica.

  Dr. Gerd Schreen atua na área há 5 anos, treinou equipes, desenvolveu manuais e materiais educativos, foi a Congressos e tratou pessoalmente mais de 1300 pacientes.

  Para ter resultados mais precisos a clínica conta com o STARscanner, o único equipamento capaz de oferecer na hora da consulta, todas as medidas da cabeça do bebê com absoluta precisão, além de fornecer o molde virtual para a confecção da órtese sob medida. O scanner é chamado de Gold Standard, pois nenhum outro dispositivo chega perto de seu grau de precisão. Tudo isso sem uso de radiação e com total segurança para o bebê, levando apenas 1,5 segundos para ser realizado.



  Hoje, a Heads – Clínica Dr. Gerd Schreen tem clínicas em São Paulo e no Rio de Janeiro. 

  Algumas fotos que fiz durante a visita:









  


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...