Alimentos que causam cólicas no bebê


  
   Hoje vamos falar das cólicas do bebê. 

  Nem todo bebê tem, mas a maioria apresenta esse incômodo nos primeiros meses de vida.

  Primeiro vamos entender o que é a cólica no bebê. Ela esta associada a imaturidade do sistema digestivo do bebê. ë um processo fisiológico, natural. Como está imaturo e não funcionando 100% em ordem, algumas substâncias (tanto do leite materno como do leite artificial) podem fazer a barriga doer. Outro motivo que pode causar cólica é dificuldade para expelir gases.



   E como saber se o choro do bebê é por causa da cólica? 

  O choro da cólica é bem característico, o bebê chora alto, fica irritado, difícil de ser acalmado. e  se contorce todo, encolhendo as perninhas e esticando o tempo todo.

  A cólica costuma aparecer na segunda ou terceira semana de vida do bebê e ir embora por volta do terceiro quarto mês.

  Mas e a alimentação da mãe? O que fazer para reduzir esse desconforto no bebê?

  Antes de mais nada: CALMA!!! Mamãe calma = bebê tranqüilo.

  Claro que nessa fase é muito difícil manter calma, é tudo novo. Mas nada de ir tirando alimentos da dieta por causa das cólicas do bebê.

  A relação entre a alimentação da mãe e a cólica ainda é muito duvidosa. Não existe nada que comprove a ligação de algum alimento com cólicas em bebê. 

  É importante lembrar que na fase da amamentação a mamãe tem suas necessidades nutricionais aumentadas e por isso não deve excluir nenhum alimento saudável de sua alimentação. O mais importante é observar se determinado alimento realmente interfere no conforto do bebê. O que faz mal  para um não necessariamente faz mal para outro. Se algum alimento faz mal para mãe ele PODERÁ causar desconforto no bebê.

  Atenção mamãe: nada de ir retirando os alimentos da sua dieta. O importante é observar seu bebê e ter calma!!! O fator psicológico atua bastante!!! Nada de tirar feijão, chocolate e outros alimentos que tem fama de causar cólicas. Cada bebê é único!

  Relaxe, tenha uma alimentação saudável, equilibrada e sem neuras. Ah, e beba muita água nessa fase da amamentação!

   A fase das cólicas vai passar!!!




6 comentários:

  1. Acho que vale ir testando os alimentos, um a um, para ver o que realmente pode causar a cólica já que cada bebê pode ser sensivel a um tipo de alimento
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir
  2. Com a minha primeira filha eu me privei de tudo: feijão, refrigerante, suco de laranja etc. Ela teve cólica todos os dias até os 4 meses.
    Já na segunda eu não me privei de nada, por orientação do próprio pediatra, e a Lia não chorou uma unica vez de cólica. Então pra mim isso é mito!

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, o primeiro filho teve muita cólicas dia e noite até os 6 meses, mas o segundo não teve nada de cólicas, e isso pq na primeira gestação eu tive um super cuidado comigo na alimentação.
    Beijos, Laura
    www.maede2.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ótimo post Cá! Super concordo a cal. A faz a diferença e importante lembrar que cada fase tem suas necessidades nutricionis

    ResponderExcluir
  5. Realmente cada bebê reage de um jeito. E para a mãe só resta tentar perceber aqueles que dão mais cólicas e evitá-los.

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila,
    muito bom o seu post. A orientação que eu tive é de que nada que a gente consome normalmente durante a gestação daria cólica no nosso bebê. Que deveria estar atenta aos alimentos diferentes. É uma dica.
    beijos
    CHris

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...