O pós parto - os primeiros dias em casa



  Quem já teve filho sabe, o começo não é nada fácil…

  Não estou nem falando da nova rotina, do trabalho, do cansaço… Quero falar é do psicológico da mãe, mais precisamente do meu… Que fica bem conturbado nesse período.

  Quando tive a Maria Clara era tudo novo, primeira filha. Demorava para dar banho (o primeiro levou quase uma hora), trocar uma fralda… Era uma nova rotina para toda família, mas meu psicológico não abalou. Era mais o cansaço, o sono picado e tudo entrou nos eixos rápido.

  Quando a Rafaela nasceu já foi bem diferente. Eu já tinha uma filha de 2 anos para dar atenção e isso mexeu muito comigo. Sofria em não poder acompanhar a Maria Clara em várias coisas, como uma ida ao parque por exemplo. Achava que poderia ter dado mais atenção a ela quando era filha única, enfim… Dei uma “enlouquecida” sim. 

  Agora meu terceiro pós parto. Já era para eu estar escolada né!!! Mas não, não tem jeito, nossos hormônios mexem muito com a gente… 

  Mas qual era o problema desta vez??? Duas filhas mais velhas, que fazem companhia uma para outra, que já sabem fazer quase tudo sozinhas, super animadas com a chegada do irmão… Era para ser tudo bem tranquilho…

  E no geral foi, esta sendo. Mas o psicológico da mamãe aqui mexeu de novo sim!!!

  Cansada eu não estou, tenho bastante gente me ajudando com as meninas. Elas não estão me dando trabalho (mesmo de férias), são super carinhosas com o irmão.





  Mas eu me debulho em lágrimas do nada!!! Fico triste quando penso que não vou mais passar por tudo isso, que essa foi minha última gestação (e eu sempre amei ficar grávida), que esse é último bebê aqui de casa. Aí minutos depois me sinto mal porque não deveria me sentir assim e sim aproveitar cada minuto com o bebê.

  E olha que estou curtindo muito meu menininho!!!!

  Marido tem me ajudado muito dando muita atenção para as meninas, não tenho do que reclamar.

  Mas o fato é que nossos hormônio mexem muito com agente e essa é uma fase complicada! Ainda bem que passa rápido!

  Uma coisa que me ajuda muito é receber amigas em casa, me distraio, converso. No dia que fico muito sozinha a melancolia é maior…

  Hoje o Caio Henrique esta com 12 dias e já melhorei bem. É uma fase passageira, mas que incomoda bastante…



Leia também:



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...