Seminário internacional Mãe também é gente



  Domingo fui ao Seminário internacional Mãe também é gente, da Pais e Filhos.


  Fiquei apenas no período da manhã e vi duas palestras.


  A primeira foi da escritora, palestrante, colunista de moda e comportamento Cris Guerra com o tema: “Mãe não é um bicho frágil”. De uma maneira bem humorada, contou um pouco da história de sua vida que não foi nada fácil. Bem resumidamente: perdeu a mãe, pouco depois perdeu o pai, casou, teve duas gestações interrompidas no segundo mês, se separou. Se apaixonou por um grande amigo, juntou, separou, voltou e na volta engravidou. No sétimo mês de gestação o pai de seu filho faleceu. Nada fácil!!! Mas… Teve seu filho: Francisco. Ela contou tudo de uma maneira bem descontraída, e falou da relação que tem com seu filho, seu trabalho e mostrou como surgiram seus projetos. Ela escreve o Blog Para Francisco e o Hoje vou assim. Muito legal!


  Algumas frases de sua palestra:
  “ Eu aprendi a brincar com a minha situação. A diferença entre a tragédia e a comédia é justamente o distanciamento do fato” 
  “ Eu conseguia fazer ele parar de chorar. Mas, na verdade, o Francisco veio para me fazer parar de chorar”
  “ Uma coisa que eu entendi é que cada criança tem sua história e cada mãe tem a sua tragetória” 

  Ela também falou de dez coisas que aprendeu com a maternidade: 

   - Não vem com manual
   - É uma aventura sem volta
   - Comparou chorou 
   - Mães precisam de ajuda
   - Mães são empreendedoras por natureza
   - Ter um filho rejuvenesce
   - Ser mãe não é nossa única forma de realização
   - O que faz um filho feliz (entre outras coisas) é ter uma mãe feliz
   - Ser mãe é saber dizer não, principalmente para a expectativa!
   - Nada como um filho

  A segunda palestra foi da Melinda Blau, jornalista e escritora americana com o tema: “Criança Rei X Birra”. Ela falou sobre a super proteção das mães pelos filhos e como deixar-los ser independentes. Mostrou que as crianças são capazes de realizar tarefas que as mães nem imaginam que é preciso deixar que realizem essas tarefas, mostrando que são sim capazes. Falou que as mães são tão importantes quanto seus filhos e que para eles estarem bem as mães também precisam se sentir bem.
  

  Algumas frases de sua palestra: 
  “O filho deve ser parte da sua família, não o centro dela. Não deixe que seu filho se torne uma criança rei” 
  “As mães importam e elas devem ser tão importantes quanto seus próprios filhos” 
  “O caminho do meio é deixar que a criança tenha autonomia para fazer as coisas que consegue” 

  Infelizmente não consegui ficar na parte da tarde, mas valeu a manhã. Amei as duas palestras e super me identifiquei. 

  Estava ótimo, foi uma manhã muito gostosa. 

  

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...