Dicas para uma alimentação mais saudável das crianças - e de toda família



    Hoje vamos falar um tema que eu adoro: alimentação.



  Uma dúvida muito frequente das mamães é como fazer a criança ter hábitos alimentares saudáveis. 

  Normalmente eu respondo que, se a família já tem uma alimentação balanceada, naturalmente a criança terá bons hábitos. Mas sabemos que muitas vezes não é tão simples, e é aí que entra a primeira orientação: a mudança tem que ser para toda a família, o exemplo que a criança tem em casa é que irá determinar seus costumes (isso vale para tudo, não só para alimentação).

   Por isso trouxe aqui algumas dicas que vão ajudar a todos terem uma alimentação mais saudável e balanceada.

  1 - A primeira atitude é mudar a sua alimentação. A criança que vê a mãe, o pai, o irmão comendo verduras, legumes, vai comer também. Sente a mesa, faça uma refeição tranquila e, se possível, junto com a criança.


   2 - Evite distrações durante as refeições. Não coma vendo TV, ou com o celular na mão. Converse durante as refeições, aproveite esse momento para interagir bastante com os filhos. Se não conseguir fazer as refeições junto com a crianças, coloque elas sempre a mesa e sem distrações, o adulto que estiver junto pode conversar. Se for bebê, cante, brinque com ele. Na hora da sua refeição, mesmo sozinho (a), ou com o companheiro faça o mesmo, não sente no sofá, não veja TV, não use o celular. De esse exemplo para os pequenos.

  3 - Leve as crianças para fazer compras com você. Nem sempre é fácil, mas levar as crianças ao mercado/feira/sacolão é um ótimo passeio. Em um dia que não estiver com pressa, faça esse passeio com seu (s) filho (s) e aproveite para mostrar as frutas, verduras. Pergunte se ele sabe qual é a manga, ou a berinjela. Brinque e aproveite esse momento.

  4 - Evite alimentos industrializados. Na correria do dia a dia muitas famílias acabam “apelando” para esse tipo de produto. Mas temos que lembrar que esses alimentos são altamente processados e ricos em açúcar, gordura e aditivos químicos que fazem mal á saúde. Tente substituir esses alimentos, evitando até mesmo ter em casa esses produtos. Hoje já existem opções bem mais saudáveis de alimentos prontos que são mais caseiros.

  5 - Deixe a criança ajudar na cozinha. Depois da criança ir as compras com a família nada como colocar a mão na massa, literalmente. Ter contato direto com o alimento, ver a preparação, acompanhar e participar de todo o processo desperta o interesse pelo alimento, isso vale para todos! Família que vai para cozinha tende a ter uma alimentação mais natural, mais saudável.

  6 - Faça diversas preparações com o mesmo alimento. Comeu abobrinha refogada e não gostaram, faça grelhada ou assada no forno com tomate, ou uma farofa de abobrinha. Um mesmo alimento pode ser preparado de diversas maneira.

  7 - Consuma alimentos integrais. Inclua fibras na sua alimentação, elas são ótimas para o bom funcionamento do intestino e e de todo organismo. Arroz integral, massa integral, cereais, chia, linhaça, aveia. Há uma infinidade de alimentos que são riquíssimos em fibras, principalmente os integrais, vá colocando aos poucos no seu dia-a-dia.

  8 - Não esqueça da hidratação. Beber água ao longo do dia é super importante para manter o organismo saudável e funcionando direitinho. A quantidade vai variar de acordo com a idade (veja aqui) e condição da pessoa (gestante, atleta e etc). E para se hidratar, água basta!

  9 - Esqueça os refrigerantes. Os refrigerantes são ricos em açúcares, aditivos, corantes, ou seja, tudo faz mal. Mesmo os diets/lights. Fuja dos refrigerantes. Sucos de preferencia natural, mas se for comprar prefira os integrais. Evite os néctares e resfrescos (veja porquê).

  E muito importante é ter paciência e ir com calma. Ninguém muda de um dia para o outro. Tem que ser aos poucos, uma coisa de vez. E mais paciência ainda com os pequenos. 

  Espero que tenham gostado das dicas!





7 comentários:

  1. Ótimas dicas! Acho que a principal é ser exemplo para os filhos. Fundamental!

    ResponderExcluir
  2. realemnte dar o exemplo é fundamental para ajudar neste processo de novos alimentos e hábitos saudáveis

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosas dicas Ca, já aplico a maioria aqui, mas vou tentar incluir todaa! Mari está super seletiva agora com alimentos e está bem complicado.

    ResponderExcluir
  4. òtimas dicas; Leva a criança para as compras é uma ótima opção. Levar para cozinha também. Sempre incentivei a participação das crianças na cozinha.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  5. Ótimas dicas. Creio que o mais importante seja conferir bem de perto esse período de adaptação da criança à alimentação variada, que começa lá pelos 6 meses, mais ou menos. Açúcar nem pensar, doce de vez em nunca, refrigerante idem. Acho que é por aí também. Afinal, quando a criança vai criando certa idade e vai à escola e tudo mais, é quase impossível regrar tudo o que ela pode comer ou não (nem é aceitável, aliás, controlar assim). Então, melhor do que controlar é orientá-lo para que ele escolha o mais saudável com frequência e goste disso. Não que não tenha que comer algo de vez em quando, mas com moderação para se manter saudável.

    ResponderExcluir
  6. Hábitos saudáveis começam cedo. Sinto que errei em algumas coisas com a Lara e hoje tento fazer algumas coisas diferentes com a Lia como por exemplo dar a fruta inteira na mão para sentir a textura e morder mesmo sabe? E mudamos os habitos aqui porque somos o espelho deles.

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  7. Ótimas dicas , com certeza é muito importante sermos.exemplos

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...